Sábado, 20 mai 2006 - 18h21

Terremoto de 4 graus Richter assusta moradores em Pernambuco

Um tremor de terra de 4 graus Richter atingiu na madrugada deste sábado a região do agreste pernambucano.

De acordo com o Eduardo Menezes, do Departamento de Física Teórica e Experimental da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, o abalo ocorreu por volta das 01h28 (Hora de Brasília) e foi registrado pelo Laboratório Sismológico da universidade.

Segundo Menezes, o epicentro do abalo se deu abaixo da cidade de Caruaru e pode ser sentido em diversas cidades próximas, como Altinho, Cachoeirinha, São Caetano, Toritama, Frei Miguelinho, Brejo da Madre de Deus, Toritama, Lajedo e Vertentes.

Apesar do susto, não há informações sobre vítimas ou danos materiais.

Este foi o maior abalo sísmico registrado até agora na Região. Em 1970, um tremor atingiu 3.9 e em 2002, 3.5 graus na Escala Richter.


Leia Também:

  • Meio Ambiente
  • Mudanças Climáticas
  • Energias Alternativas
  • Invenções e Descobertas
  • Arqueologia
  • Curiosidades
  • Terremotos on-line
  • Terremotos
  • Aventuras
  • O Brasil no espaço
  • Ônibus Espacial Discovery
  • Matérias sobre a ISS
  • Rastreie a ISS
  • Conheça os planetas
  • Sobre o telescópio Hubble
  • Tecnologia e exploração espacial
  • Brasil no Espaco
  • Sonda Stardust
  • Exploração Plutão
  • Exploração a Saturno
  • Exploração a Marte
  • Exploração a Júpiter
  • Notícias em Destaque

  • LEIA MAIS NOTÍCIAS
    Base de Dados Completa

    Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
    Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
    Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














    Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

    Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

    "Ler é entrar num continente que já foi percorrido por uma quantidade de pessoas antes, mas que continua virgem, de uma certa maneira" - José Saramago