Terça-feira, 6 mar 2007 - 08h28

Tsunami de 10 metros atinge rio Amazonas

Um deslizamento de terra, ocorrido na última sexta-feira na margem direita do Rio Amazonas, próximo à cidade de Parintins, provocou o surgimento de uma grande tsunami fluvial, que de acordo com testemunhas, ultrapassou a altura de 10 metros.

O surgimento da onda gigante atingiu em cheio a comunidade ribeirinha de Costa Aguiar, destruindo casas de madeira, pequenas embarcações e arremessando jacarés, peixes e outros animais para fora do rio Amazonas. De acordo com o corpo de bombeiros local, um agricultor de 43 anos, morador da região, está desaparecido.

Durante os períodos de cheia, os deslizamentos de terra são comuns nas margens dos rios da Bacia Amazônica, mas desta vez o volume foi muito acima do normal. Estima-se que a área desmoronada tenha aproximadamente 3 metros quadrados, suficiente para provocar grandes danos e sustos entre a população.

Bombeiros e homens da Defesa Civil foram acionados através de telefone celular por moradores de outras comunidades próximas. "Quando chegamos, ainda deu tempo de ver uma onda menor, de mais ou menos um metro e meio, o que impossibilitou as buscas submersas ao morador que está desaparecido", afirmou o tenente Sulemar Barroso, do Corpo de Bombeiros.

Satmap: Foto de satélite mostra a cidade de Parintins, à margem direita do Rio Amazonas, próximo ao local atingido pela onda gigante. Clique sobre a imagem para navegar pela região.

Clique aqui e veja outros destaques

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Existem velas que iluminam tudo, menos o próprio candelabro" - Hebbel