Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Quarta-feira, 28 dez 2004 - 07h03
Por

Vítimas do tsunami passam de 26 mil. Pelo menos um terço eram crianças

28 dez 2004 - 07h03 - Dois dias após o maremoto que atravessou o oceano Índico e atingiu diversos países, a comunidade internacional começa a prestar os primeiras socorros. Segundo a Unicef, um terço das vítimas eram crianças e o tamanho da tragédia pode ser muito maior.

No Sri Lanka, o país mais atingido, 14 mil pessoas morreram. Na Índia o número de mortos já passa de 8 mil, enquanto na Indonésia as vítimas chegam a 5 mil. Na Tailândia o número de vítimas passou de mil e nas Maldivas chega a 75 o número de pessoas que perderam a vida.

A força do tsunami foi tão intensa que foi sentida tragicamente no Quênia e na Somália, na costa leste da África, 6 mil quilômetros de distância. Na Somália 26 pescadores foram mortos e no Quênia duas pessoas foram levadas pelas ondas que chegaram a cobrir os barcos.

O tremor, de 9 graus na escala Richter aconteceu às 23h58 UTC do último sábado, 160 quilômetros a noroeste da ilha de Sumatra, sob uma profundidade de 10 km. A energia liberada no evento foi superior à de 5 milhões de bombas atômicas iguais a que explodiu em Hiroshima, em 1945, devastando a cidade.

Ontem, equipes de socorro internacional começaram a chegar aos locais afetados. Itália, França, Paquistão e Inglaterra foram os primeiros países a enviar ajuda. Equipes de voluntários também partiram do Japão na noite de ontem.

Vídeo mostra onda gigante atingindo hotel na Tailândia. Assista







Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Como os políticos jamais acreditam no que dizem, costumam ficar surpresos quando os outros acreditam" - Charles de Gaulle