Procure no Apolo11
Sábado, 12 jul 2008 - 12h53

Vulcões ao vivo! Webcams mostram atividades vulcânicas pelo mundo

Sem dúvida alguma, uma erupção vulcânica é uma das mais impressionantes manifestações de força da natureza e muitas vezes podem resultar em graves desastres naturais. Ao contrário de outros fenômenos, as erupções quase sempre ocorrem após uma série de sinais sísmicos, o que permite aos cientistas, em alguns casos, prever com certa antecedência a ocorrência de uma explosão.

Normalmente, os vulcões formam-se próximos das bordas das placas tectônicas, mas também podem se formar em zonas conhecidas como "pontos quentes", sendo as ilhas do Havaí o mais conhecido deles.

Erupção vulcânica é o processo no qual diversos materiais sólidos, líquidos, e gasosos são ejetados do interior da Terra em direção à atmosfera ou superfície terrestre. As erupções podem variar desde pequenos fluxos de rocha líquida até expulsões extremamente violentas de material piroclástico.

Continua após a publicidade


Existem diversos tipos de erupções vulcânicas, entre elas as estrombolianas, havaianas e vulcanianas, cada uma delas com características bem peculiares.

As estrombolianas são discretas explosões a intervalos periódicos de alguns segundos, minutos ou horas. Produzem grandes quantidades de escórias e cinzas que permanecem empilhadas em torno de um conduto, formando um cone. Durante essas erupções os gases magmáticos são liberados em explosões discretas e muitas vezes rítmicas, que ejetam uma chuva de fragmentos de lava incandescentes ou piroclastos.

As erupções havaianas são mais suaves e envolvem fluxos de lava de baixa viscosidade acompanhados de pequena quantidade de cinzas e escórias. Próximo ao conduto formam-se depósitos de respingos que podem levar a construção de cones. O material ejetado pode se aglutinar e formar grandes fluxos de lava muito similares a rios incandescentes.

As erupções vulcanianas produzem uma série de eventos explosivos, de pequena e média intensidade que ejetam materiais a altitudes menores que 20 km e persistem por segundos até alguns minutos. São explosões violentas, ejetando fragmentos balísticos, ondas atmosféricas de choque e emissão de cinzas.


Vulcâmeras
Diversas instituições de pesquisa monitoram constantemente os vulcões e montanhas em atividade, mantendo sob vigilância seus registros sísmicos e químicos. Além de servirem aos estudos dos vulcanólogos, o monitoramento também permite alertar os órgãos competentes sempre que sinais de erupção forem detectados.

Muitas dessas instituições também mantêm câmeras que transmitem imagens através da internet, capacitando estudos e observações por todos os que se interessam pelas atividades vulcânicas.

Através de nosso aplicativo "Vulcâmeras" você também pode acompanhar de perto esse monitoramento. O aplicativo conta com seis câmeras ao vivo que mostram seis importantes vulcões ativos: O vulcão Popocatépetl, no México, o Monte Santa Helena, nos EUA, os vulcões Bezymianny e Shiveluch, na Rússia e o vulcão Kilauae, no Havaí. As imagens são atualizadas a cada 60 segundos e também apresentam os dados básicos de cada vulcão.

Se você gosta de fenômenos naturais e tem interesse de ver de perto essas montanhas, sem dúvida nosso aplicativo poderá prestar um bom serviço às suas pesquisas e também matar a sua curiosidade.

Clique aqui para acessar as Vulcâmeras!

Fotos: No topo, vulcão Santa Helena, nos EUA, durante erupção no ano de 1980. Acima, vulcão kilauea, no Havaí. Crédito: USGS.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.




Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2024

"Os liberais podem entender tudo, exceto as pessoas que não os entendem." - Lenny Bruce -