Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Exploração Espacial
Quarta-feira, 13 jun 2012 - 10h29

Marte: Alta precisão reduz área de pouso do jipe robô Curiosity

À medida que a hora do pouso do jipe-robô Curiosity se aproxima, engenheiros da Nasa continuam estudando uma forma de melhorar o rendimento da missão. Um dos aprimoramentos recentes foi no sistema de guiagem do veículo, que permitirá que a missão comece com alguns meses de antecedência.

Local de pouso jipe-robô Curiosity
Clique para ampliar

De acordo com o boletim divulgado pelo JPL, Laboratório de Propulsão a Jato, da Nasa, inicialmente a elipse alvo do local de pouso tinha 20 km de largura por 25 km de extensão, mas uma mudança no algoritmo do computador de bordo permitiu que os planejadores da missão diminuíssem ainda mais essa área e após diversas correções conseguiram reduzir a elipse para 7 km por 20 km.

Segundo Pete Theisinger, gerente de projeto para a missão MSL (Mars Science Laboratory), a redução foi possível devido ao aumento na confiança na tecnologia de precisão de pouso a bordo da nave que está levando o jipe-robô.

Simulações feitas no JPL mostram que o veículo está apto a chegar bem perto do local do pouso sem se chocar com Monte Sharp, no centro da cratera Gale e alvo primário da expedição do jipe-explorador.

Local de pouso jipe-robô Curiosity 3D
Clique para ampliar

De acordo com Theisinger, a melhoria na precisão do sistema de guiagem e a consequente redução da área de pouso permitirão que o jipe-robô Curiosity inicie os trabalhos científicos alguns meses antes do previsto, já que o trajeto até o local de estudos será menor.

Mesmo com a elipse menor - e os riscos maiores - os engenheiros do JPL garantem que o jipe será capaz de tocar o chão a uma distância segura das encostas íngremes do Monte Sharp. "Estamos nos preparando há anos para um pouso seguro e todos os sinais são bons", disse Dave Lavery, principal executivo do programa MSL, junto à Nasa.

Apesar de tudo estar indo bem, um pouso em Marte é sempre arriscado e o êxito não é garantido. Quando o robô estiver no chão, todos os procedimentos serão realizados com extremo cuidado.

Desde que a sonda foi lançada, em novembro de 2011, os engenheiros fizeram diversas melhorias no software que será usado no pouso e ao que tudo indica, a MSL irá usar a última versão que foi carregada nas últimas duas semanas. Outras atualizações, relacionadas ao jipe-robô serão enviadas após a primeira semana em Marte.

O pouso do Curiosity está programado para 02h19 BRT (05h19 UTC) no dia 6 de agosto e durante a entrada na atmosfera marciana estará em posição favorável para ter seus sinais captados por duas sondas americanas e uma europeia, que orbitam o Planeta Vermelho.


Fotos: Imagens de simulações 3D mostram a redução da área de pouso obtida com aumento na precisão dos sistemas de guiagem a bordo do veículo MSL, que está levando o jipe Curiosity a Marte. O local de pouso é na encosta de Monte Sharp, no centro da cratera Gale. Crédito: Nasa/JPL, Apolo11.com.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"As leis não são feitas para o homem bom" - Sócrates