Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Exploração Espacial
Segunda-feira, 15 ago 2011 - 10h08

Marte: Robô Opportunity chega ao novo local de exploração

Depois de quase três anos de jornada, o robô explorador Opportunity chegou ao mais novo local de exploração, a cratera Endeavour. Para chegar ao local o jipe-robô percorreu 21 km após escalar a cratera Vitória, antigo local de pesquisas. O novo local foi batizado de Spirit Point, em homenagem ao robô gêmeo Spirit, que explorou o outro lado do Planeta Vermelho.

Cratera Endeavour
Clique para ver a animação

"Nossa chegada a este destino é um lembrete de que estes rovers foram muito além da missão inicial de três meses", disse John Callas, gerente do projeto dos exploradores robóticos em Marte, junto ao Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa, JPL.

A Nasa lançou os robôs Spirit e Opportunity em 2003 e após chegarem a Marte completaram a missão principal em três meses, em abril de 2004. Devido à excelente performance dos equipamentos as pesquisas prosseguiram por anos seguidos, com inúmeras descobertas feitas sobre o ambiente marciano, entre elas a confirmação de que Marte, a exemplo da Terra, também possui um ciclo da água.

Durante seis anos Spirit e Opportunity percorreram o Planeta Vermelho em hemisférios opostos até que em março de 2010 as comunicações com o jipe Spirit cessaram. Após diversas tentativas frustradas de contato, em maio de 2010 os cientistas do JPL oficialmente encerraram a missão Spirit.

Cratera Endeavour
Clique para ver a animação

A chegada do Opportunity à cratera Endeavour é um marco na exploração do Sistema Solar. Até hoje, nenhum robô desbravou por tanto tempo um planeta a partir de sua superfície. Além disso, o fato do equipamento ainda operar em condições quase perfeitas revela o alto nível a que chegou a tecnologia de construção de jipes planetários.

Spirit Point
O novo ponto de exploração - a cratera Endeavour - tem 22 quilômetros de diâmetro e é 25 vezes mais larga que a cratera Vitória, previamente estudada pelo Opportunity. Segundo os pesquisadores, o local oferece acesso a velhos depósitos geológicos ainda desconhecidos e que deverão trazer novos dados e descobertas sobre a superfície de Marte.

"Em breve teremos a oportunidade de recolher uma amostra dessas rochas", disse Matthew Golombek, um dos principais investigadores da Nasa para os dados geológicos retornados pelas sondas marcianas. "É esperar para ver", completou.


Fotos: No topo, porção oeste da borda cratera Endeavour registrada pelo robô Opportunity antes de chegar ao local. A vista combina diversas exposições feitas pela câmera panorâmica PANCAM e foram tomadas nos comprimentos de onda de 753 nanômetros (infravermelho próximo), 535 nanômetros (verde) e 432 nanômetros (violeta). Acima, primeira foto feita a partir da borda cratera Endeavour. A cena mostra a região de Spirit Point e inclui uma pequena cratera, Odyssey, no interior da deformação. Crédito: NASA/JPL-Caltech/Cornell/ASU, Apolo11.com







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"A gente só diz sim ou não no casamento e, ainda assim, às vezes erra." - Itamar Franco