Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Astronomia
Segunda-feira, 21 jan 2019 - 09h09

Eclipse lunar foi o show celeste da madrugada. Veja algumas fotos.

Quem ficou acordado na madrugada de domingo pra segunda-feira pode observar um dos mais belos espetáculos astronômicos de 2019, o eclipse total da Lua. O evento teve inícío às 00h36 BRT e atingiu o ápice às 03h12, com a Lua totalmente mergulhada na sombra da Terra.

Veja algumas fotos

Eclipse Lunar 2019 na Grecia
Eclipse lunar de janeiro de 2019 visto de Larissa, a acrópole medieval de Argos, na Grécia, uma das cidades mais antigas do mundo. Crédiro: Petros Giannakouris/AP


Eclipse Lunar na Franca
Eclipse lunar de janeiro de 2019 na fase final da totalidade, registrado a partir da ponte de Sully, próximo à Notre-Dame, Paris. Crédito Tierry Legault.


Eclipse Lunar 2019 em Le mans
Eclipse lunar de janeiro de 2019 visto de Le Mans, França — Crédito: Jean-François Monier (AFP)


Como acontece o eclipse lunar
Quando qualquer corpo esférico é iluminado por uma fonte pontual de luz são produzidos dois cones de sombra, chamados de penumbra e umbra. Em condições ideais a região da umbra é totalmente escura, enquanto a penumbra ainda recebe um parte da luz. Durante um eclipse lunar acontece o mesmo, com o Sol fazendo o papel da fonte de luz pontual. Fortemente iluminada, a Terra também produz dois cones de sombra que são projetados no espaço.

Geometria de um eclipse total da Lua
Geometria de um eclipse total da Lua

Em algumas ocasiões, o movimento de translação da Lua ao redor da Terra a insere dentro do cone da penumbra. Esta ocasião recebe o nome de eclipse penumbral e é muito difícil de ser observado, já que a diminuição de luz dentro deste cone é muito baixa para ser percebida. Em outras situações, no entanto, a Lua mergulha exatamente dentro da zona de sombra da umbra, ocorrendo então o eclipse total da lua.

Na prática, o bloqueio de luz durante um eclipse total da Lua não produz o obscurecimento completo da superfície lunar. O motivo é que a atmosfera da Terra refrata os raios solares e desvia a parte do espectro de luz vermelha, tornando a Lua alaranjada.

Eclipse visto da Lua
Diferentemente dos observadores aqui na Terra, se algum astronauta estivesse na Lua no momento do eclipse estaria presenciando um eclipse solar total, já que a Terra estaria passando bem na frente do Sol. bloqueando a luz da estrela.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Liberdade, essa palavra que o sonho humano alimanta, que não há ninguém que explique e ninguém que não entenda" - Cecília Meireles