Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Fenômenos Naturais - Furacões
Segunda-feira, 18 jul 2005 - 17h07

Após passar pela península de Yucatán, Emily ruma em direção ao continente

Segundo o boletim 31-A, emitido pelo Centro Nacional de Furacões (NHC), dos EUA às 18h00 UTC ( 15h00 Hora de Brasília), o centro do furacão Emily estava localizado sobre as coordenadas 22.0 N e 90.3 W, aproximadamente a 785 km a este-sudeste de La pesca, México e 820 km a este-sudeste de de Brownsville, Texas.

De acordo com o órgão, Emily move-se em sentido oeste-noroeste com velocidade de 24 km/h e esse movimento deve continuar durante o dia de hoje, com uma gradual diminuição na velocidade de deslocamento. Gráficos de trajetória estimada indicam que Emily deve atingir o continente nesta quarta-feira, próximo à fronteira entre os EUA e México.

Dados de um avião de reconhecimento da NOAA - Administração Nacional Atmosférica e Ocenográfica dos EUA indicam que o furacão Emily perdeu força após atravessar a península de Yucatan e seus ventos sustentados diminuíram para cerca de 120 km/h, com forte rajadas. Isso faz de Emily um furacão de categoria 1 na escala Saffir-Simpson, que vai até 5.No entanto, modelos numéricos de previsão, divulgados nesta tarde, indicam que Emily deve ganhar força novamente nas próximas horas.

Ainda de acordo com o NHC, a pressão baromérica no olho da tempestade é de 984 milibares.

Furacão atinge Cancún
Com ventos de 215 km/h, o furacão Emily atingiu hoje o balneário mexicano de Cancún, onde cerca de 60 mil pessoas foram lavadas para abrigos do governo.

Ontém Cancún já se preparava para receber Emily, um dos mais violentos furacões dos últimos anos. O alerta de furacão emitido pelas autoridades fez com que cerca de 4 mil turistas deixassem a região em vôos lotados no domingo.

Os turistas que não conseguiram sair da região foram relocados pelas autoridades nos 25 hotéis considerados fortes o suficientes para aguentar os violentos ventos da tempestade.

A população local lotou os supermercados em busca de alimentos e água. Com a passagem do furacão, diversos locais ficaram sem energia elétrica. Não há informações sobre mortos ou feridos.

Em sua passagem pelo mar do Caribe, Emily provocou a morte de pelo menos seis pessoas.

Foto: Resorts destrúidos em Playa de Carmen, próximo a Cozumel (Yucatán), após passagem de Emily







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"A avareza e a cobiça do poder não são paixões - são medo." - Carl Ehrensvard