Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Fenômenos Naturais - Terremotos
Segunda-feira, 12 mai 2008 - 09h00

Intenso terremoto de 7.8 graus faz tremer toda a China

Um violento terremoto, calculado em 7.8 graus Richter ocorreu nesta madrugada a 90 quilômetros a oeste-nordeste da província chinesa de Sichuan, no sudoeste do país. De acordo com fontes locais, quatro pessoas perderam a vida.

Dados recebidos do Instituto Nacional de Pesquisas Geológicas, dos EUA, USGS, informam que o evento ocorreu exatamente às 06h28 UTC (03h28 pelo horário de Brasília), e seu epicentro localizado a 10 quilômetros abaixo das coordenadas 31.104°N e 103.270°E, aproximadamente a 360 quilômetros a oeste-noroeste de Chongqing, e 1543 quilômetros a sudoeste da capital Pequim.

A região onde ocorreu o tremor é habitada por mais de 100 milhões pessoas, a maioria formada por população de etnia tibetana. Há cerca de um mês o local foi palco de protestos contra o governo chinês. Apesar da gigantesca população, a região imediatamente acima do evento, Chengdu, é pouco habitada.

Apesar da distância do epicentro, a capital do país também sentiu de forma intensa o abalo desta madrugada. Os habitantes saíram às ruas assustados com a violência do terremoto. Em Xangai, cidade com mais 10 milhões de pessoas, o prédio mais alto da China, a torre Jingmao, foi completamente evacuado.

A intensidade do abalo fez com que as ondas sísmicas atingissem também outras cidades asiáticas, como o Bancoc, Hanói e Taipé.

Em 1976, um terremoto de 7.5 graus atingiu o norte da cidade chinesa de Tangshan, matando 250 mil pessoas, o maior número de vítimas registrado nos últimos quatro séculos e o segundo maior recorde da história.

O abalo de 7.8 graus disparou uma série de outros eventos de menor intensidade. No total, até às 07h23 foram registrados 10 tremores seqüenciais, sendo o mais intenso calculado em 6.0 graus Richter, ocorrido 15 minutos após o evento principal.

Artes: No topo, gráfico mostra o tempo que as ondas sísmicas do tipo P levaram para atingir diversas regiões do planeta. Na seqüência vemos o sismograma registrado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 17 minutos após o evento. Repare que o longo tempo de repercussão das ondas. Acima, aplicativo Satmaps mostra o local do evento atraveés de imagen de satélites. Clique sobre o aplicativo para navegar pela região. Créditos: USGS/UFRN.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"O acaso não existe; o que chamamos de acaso é o efeito de uma causa que não conhecemos" - Voltaire