Apolo11.com - Imagens de satélite, tecnologia e fenômenos naturais



Imagens de satélite e sensoriamento remoto

Ambientalista do Quênia ganha o Nobel da Paz
São Paulo, 8 de outubro de 2004
ÍNDICE GERAL   

A ambientalista Wangari Maathai, do Quênia, recebeu o Prêmio Nobel da Paz de 2004.

Ela ocupa atualmente o cargo de vice-ministra do Meio Ambiente e é responsável por um novo projeto de reflorestamento no seu país.

"Recebi um telefonema do embaixador da Noruega me informando de que ganhei o Nobel", disse a ativista, de 64 anos, à agência de notícias France Presse.

Ela é a primeira mulher africana a ganhar o Nobel da Paz, prêmio que começou a ser entregue em 1901.

Há três anos, o diretor do Prêmio Nobel disse que, no novo século, novos tipos de pacifistas, como por exemplo ambientalistas, poderiam ser ganhadores.


Recorde de candidatos
O prêmio foi disputado pelo número recorde de 194 candidatos.

Entre eles, figuravam a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), representada pelo seu diretor, Mohamed El Baradei, além do ex-chefe das inspeções de armas da ONU no Iraque Hans Blix.

Além deles, dois senadores americanos, Sam Nunn e Richard Lugar, estavam na disputa após terem criado um programa para desmantelar armas nucleares após o colapso da União Soviética.

Outros candidatos com pouca probabilidade de vencer foram inscritos.

Na quinta-feira, a Academia Sueca premiu a escritora austríaca Elfriede Jelinek com o Nobel de Literatura de 2004. Ela é apenas a décima mulher a ganhar o prêmio desde que ele foi criado, há mais de um século.

BBC





IMAGENS DE SATÉLITES !    Clique e conheça nosso Vídeo Workshop de sensoriamento remoto e imagens meteorológicas.
Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2001 - 2018
Política de Privacidade

"As leis não são feitas para o homem bom" - Sócrates