Apolo11.com - Imagens de satélite, tecnologia e fenômenos naturais



Imagens de satélite e sensoriamento remoto

Água da baía de Paranaguá, PR, está livre do óleo
São Paulo, 08 de Dezembro de 2004
ÍNDICE GERAL   

As águas da baía de Paranaguá (PR) estão limpas quase um mês depois da explosão do navio chileno Vicuña, no terminal marítimo da Cattalini. Num vôo de helicóptero nesta terça-feira (7) à tarde, a reportagem da Gazeta do Povo observou manchas de óleo nas rochas das Ilhas da Cotinga e das Cobras, além do manguezal. O clube de seguro P&I colocou em quase toda a baía barreiras para conter o óleo que vazou do navio. O acidente aconteceu no dia 15 de novembro, quando o navio avaliado em US$ 14 milhões descarregava 4 mil toneladas de metanol.

O chefe da fiscalização do Ibama - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, João Antônio de Oliveira, confirmou que a água da baía está bem mais limpa, mas ainda não é possível liberar a pesca na região. “Estamos mais tranqüilos, mas água limpa não significa que ela não esteja contaminada”, disse. Ele lembrou ainda que todos os dias amostras são coletadas e examinadas para acompanhar a situação.

Por sua vez, o advogado L. R. Leven Siano, procurador do armador do navio (a chilena Ultragas), informou ontem que 2/3 do óleo que vazou do navio já foram recolhidos. “A limpeza da baía vai custar cerca de US$ 5 milhões. O serviço está sendo executado por cinco empresas, além de duas empreiteiras locais.

O P&I deve divulgar nesta quarta-feira (8) o nome da empresa que venceu a concorrência internacional para retirar os destroços do Vicuña. Com isso, a Capitania dos Portos deve aumentar o prazo para receber o projeto de recuperação ambiental da baía, que acabaria nesta quarta-feira.


Corpo -
Um pescador encontrou nesta terça-feira o corpo de um homem na Ilha de Currais, na região de Paranaguá. Ele pode ser o quarto tripulante do navio Vicuña, que desapareceu com a explosão. Segundo o Instituto Médico Legal de Paranaguá, o corpo encontrado estava em estado de putrefação. O homem, com 1,65 m de altura, vestia bermuda jeans e camisa listrada.

Gazeta do Povo (PR)





IMAGENS DE SATÉLITES !    Clique e conheça nosso Vídeo Workshop de sensoriamento remoto e imagens meteorológicas.
Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2001 - 2018
Política de Privacidade

"Um tolo com instrução é um tolo maior que um com falta dela." - Benjamim Franklin