Apolo11.com - Imagens de satélite, tecnologia e fenômenos naturais



Imagens de satélite e sensoriamento remoto

Barreiras de corais "sobreviveram" ao tsunami, diz cientista
São Paulo, 24 de janeiro de 2004
ÍNDICE GERAL   

As barreiras de corais da costa do Sri Lanka podem ter sofrido muito menos estragos por causa do maremoto de dezembro no Oceano Índico do que se imaginava. Biólogos marinhos temiam que as ondas gigantes pudessem ter destruído os ecossistemas de corais em torno dos países atingidos pelo tsunami.

"Mas descobrimos fatos que refletem a situação em terra e outros que não", disse à "BBC" Jerker Tamelander, coordenador de programas marinhos da World Conservation Union no Sri Lanka. "Uma dessas descobertas é de que os danos variam bastante de uma área para outra, e também dentro de uma mesma região."

Motos e TVs -
"Muito dos estragos físicos foram provocados por barcos que estavam sobre esses corais e que acabaram empurrando enormes rochas sobre eles", explicou Tamelander. "É um tipo de dano muito específico de um determinado local, mas em uma escala geral, os estragos físicos foram muito menores."

O biólogo acaba de concluir uma pesquisa das barreiras de corais da costa sudoeste do Sri Lanka, em que avaliou os prejuízos ambientais.

Segundo ele, a costa foi muito danificada, com muitos prejuízos para os ecossistemas terrestres. Mas, em comparação, embaixo d'água, o impacto do desastre foi menor.

Temlander lembrou ainda os estragos causados nos corais por destroços que o mar "varreu" da terra, "inclusive motocicletas e televisões".

Para ele, um dos motivos para o pequeno impacto do tsunami sobre os corais foi justamente o fato de o volume de água ter sido muito grande. "Ao recuar, a onda levou embora os destroços que poderiam ter se depositado sobre os corais", disse.

Tailândia -
A pesquisa também analisou a população marinha na região e descobriu que o impacto do maremoto também foi pequeno."Os peixes parecem normais, tanto em termos de composição de espécies quanto em abundância", afirmou o cientista.

Mas ele disse que ainda podem aparecer problemas, com a potencial destruição dos habitats dos peixes. "Onde as barreiras de corais, os manguezais e os fundos de algas tiverem sido destruídos, pode haver redução da reprodução dos peixes", explicou.

Tamelander agora planeja avaliar a costa leste do Sri Lanka, atingida com mais força pelo tsunami. Ele disse ter sido uma "agradável surpresa" verificar o que ocorreu na costa oeste e também no Golfo de Manmar, na Índia.

"Também há notícias de que várias barreiras de corais da Tailândia resistiram muito bem ao impacto", afirmou. "De qualquer forma, para avaliar o problema, ainda vão ser necessários novos estudos."

BBC





IMAGENS DE SATÉLITES !    Clique e conheça nosso Vídeo Workshop de sensoriamento remoto e imagens meteorológicas.
Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2001 - 2018
Política de Privacidade

"Dignidade não consiste em possuir honrarias, mas em merecê-las" - Aristóteles