Mapas e imagens de satélite sobrepostos




Bruxelas, Bélgica
Imagem de Satélite - Bruxelas, Bélgica
Clique aqui e veja a imagem em alta-resolução

Bruxelas é uma das três regiões federais da Bélgica juntamente com a Flandres e a Valónia. A região tem apenas 161 km2 e uma população de 980.000 habitantes. Ao contrário da Flandres e da Valónia, Bruxelas tem uma autonomia limitada, com a figura de um governador que representa o rei e o governo federal.

Bruxelas é a capital do Reino da Bélgica e também sua maior cidade.

A fundação de Bruxelas remonta ao século X quando o Imperador Alemão Otto II cedeu o território ao Duque de Lorena que ali construiu um forte.

No século XIII já reinavam em Bruxelas os Duques de Brabante e mais tarde os Duques de Bourgogne, seus herdeiros.

No século XV os Habsburgos tomaram o poder pelo casamento com Maximiliano da Áustria. Em 1695 o Rei francês Louis XIV atacou Bruxelas mas no início do século XVIII os imperadores austríacos tomam novamente conta de Bruxelas pelo Tratado de Utrecht.

Em 1831 o primeiro Rei belga Leopold I torna Bruxelas capital da Bélgica que é reconstruída com edifícios imponentes e um período próspero se inicia com inúmeros congressos internacionais e personalidades a passar por ali.

No século XX Bruxelas viveu as duas guerras mundiais. A partir de 1980 o país foi dividido em três regiões federais autónomas sendo uma delas a capital. Nas últimas décadas, Bruxelas foi adquirindo o estatuto de centro da Europa moderna, com a instalação da sede da União Europeia e também da NATO.


Turismo
Como cidade turística, Bruxelas tem muitos motivos de interesse, a começar pela sua maior atração, a Grand Place (Grote Markt em flamengo), uma praça espectacularmente suntuosa do início do século XVIII com edifícios de uma arquitetura esplendorosa como as Guildhuis, a Maison du Roi ou a fabulosa Hôtel de Ville (câmara municipal), construída a partir do século XV num gótico flamejante. Bem perto da Grand Place, na Stoofstraat, fica o Manneken Pis, a famosa estátua de um menino a urinar. A Catedral de St. Michael vale uma visita.


Imagem de satélite
Na imagem, feita pelo satélite Quickbird, de altíssima resolução, vemos o Parque do Cinquentenário, construído para celebrar os 50 anos da independência e oferecer alguma monumentalidade a Bruxelas como uma importante capital europeia.

Ligeiramente afastado do centro, junto ao Parque Real, fica o famoso Atomium, ex-libris de Bruxelas, que foi resultado da primeira exposição mundial depois da 2ª Guerra em 1958.
Representa um cristal de ferro com 9 átomos e tem 102 m de altura oferecendo uma excelente vista panorâmica da cidade. Cada esfera tem 18 m de diâmetro. Outra atração, bem perto do Atomium, é o Bruparck com a Mini-Europa.

Mar Morto entre Israel e Jordânia

Surabaya, Indonésia

Bruxelas, Bélgica



Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"A avareza e a cobiça do poder não são paixões - são medo." - Carl Ehrensvard